As férias escolares chegaram, e os cuidados com os elevadores também!

Este período de férias é sempre uma alegria com as crianças e os adultos convivendo mais em casa e nas viagens de turismo.

Mas esta convivência traz consigo o outro lado da moeda que são as crianças brincando em casa ou nos hotéis e ficando expostas aos elevadores, que são maquinas, e, portanto, requerem certos cuidados no seu uso.

A seguir, mostro para vocês os perigos dos elevadores e como proteger as crianças e até os adultos do uso indevido dos elevadores e dos perigos que isto pode causar. O maior perigo de todos são as portas dos elevadores, tanto as portas de puxar, quanto as portas automáticas que abrem sozinhas.

PORTAS DE PUXAR:

Nunca se deve puxar a porta do andar para abrir o elevador sem enxergar as luzes dentro da cabina. Avise isso e treine os seus pimpolhos. As portas de puxar, as vezes apresentam defeitos nos trincos e abrem sem que o elevador esteja no andar. As pessoas entram pensando que o elevador chegou porque a porta abriu e caem para a morte certa. As crianças no seu ímpeto de brincadeiras são as maiores vítimas.

Como se prevenir: Peça ao zelador para testar todas as portas em todos os andares para ver se abrem sem a cabina estar no andar. Se abrirem, interdite imediatamente e chame a empresa de manutenção.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

PORTAS AUTOMÁTICAS:

Todos os elevadores modernos possuem duas portas automáticas, uma dentro da cabina e outras fora, em cada andar. A porta de dentro da cabina é que possui o motor que movimenta a porta para abrir e para fechar. A porta da cabina é que se encaixa na porta do andar de destino e puxa ela para abrir.

As portas automáticas dos andares não possuem motores, elas são puxadas pela porta da cabina. Na verdade, tanto a porta da cabina quanto as portas dos andares estão ligadas a um contrapeso que está sempre forçando elas para permanecerem fechadas. Somente quando chega ao andar de destino é que o motor puxa elas para abrirem.

Quando o elevador já recebeu os passageiros e já sabe para onde deve ir, o motor da porta da cabina solta ela para que se feche, e ela fecha junto com a porta do andar, pela ação do contrapeso.

Neste momento, ambas as portas acionam automaticamente suas travas para que ninguém consiga abri-las com o elevador em movimento. Se elas não travarem, o comando eletrônico do elevador não deixa ele partir.

Mas, isto pode falhar! Se a manutenção estiver malfeita ou alguém desabilitou o comando eletrônico por negligencia ou maldade… Neste caso as portas automáticas podem permanecer destravadas e o elevador subindo e descendo por vários meses, sem que ninguém perceba! Um belo dia, alguém experimenta abrir elas com a mão e acaba caindo para a morte certa.

Como se prevenir: Peça ao zelador para testar todas as portas em todos os andares para ver se abrem sem a cabina estar no andar.

Não se deve testar a porta interna da cabina enquanto o elevador estiver funcionando, mas sugerimos solicitar ao técnico de manutenção de elevadores para fazer isso. É perigoso abrir a porta interna com o elevador em movimento. Somente técnicos com experiência devem realizar este teste.

As portas automáticas andam encaixadas em trilhos na soleira embaixo e correm penduradas sobre roldanas na parte de cima. A Norma NM 207 exige que estas portas aguentem um teste de um peso de um saco de 60 Kg jogado em pêndulo sobre elas a uma distancia de 1 metro, sem sair dos trilhos nem das roldanas e sem sofrer deformações. Já vi várias portas saírem dos trilhos apenas com o encostar de uma criança, naturalmente, não cumprindo esta norma.

Como se prevenir: Avise e treine a todos no Condomínio para evitar ao máximo se jogar contra estas portas dos andares ou da cabina, se elas se soltarem dos trilhos a pessoa vai cair para a morte certa. Houve acidentes de jovens jogando futebol no hall que morreram quando a porta cedeu a dois deles.

Crianças brincando e correndo no hall ou dentro da cabina. PROIBIDO!!!

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

ELEVADOR PAROU ENTRE ANDARES:

Se o elevador parar e prender os passageiros entre os andares, nunca se deve forçar para abrir a porta do lado de dentro. E, mesmo se esta porta abrir, nunca se deve pular para o andar de baixo se o desnível for maior que 30 cm.

Já houve casos de pessoas, adultos e crianças, que pularam para o andar de baixo, caíram desequilibrados no poço do elevador e morreram. Aguarde a chegada do zelador e o nivelamento da cabina antes de sair. O lugar mais seguro de permanecer neste momento é dentro da cabina esperando, paciência!

Como se prevenir: Treine seu zelador e porteiros para não permitir a abertura da porta do elevador desnivelado, nem tentar ajudar as pessoas a pularem. Chame o técnico informando que há pessoas presas, pois eles dão prioridade neste tipo de atendimento.

Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem